Posted in English Tips

O Caso Genitivo – aprenda de vez.

Iniciando as aulas na escola, damos aqui também uma continuidade nas DICAS DE INGLÊS..´Para não ter que escrever um texto que é bem grande, pesquisei na net e achei esse de boa qualidade. Nada como um professor explicando em sala de aula, com exemplos, mas, já é um bom começo, uma boa dica.

Tenho encontrado, em alguns livros, diversas regras erradas e até contraditórias sobre o uso do GENITIVO. Portanto preste bem atenção nos verdadeiros casos em que se usa o genitivo e suas exceções. 

Utiliza-se normalmente ‘s ou s’ para pessoas, seres vivos em geral e alguns casos especiais para indicar posse. Nestes casos, é bem menos comum utilizarmos “OF”. Seu emprego também está correto, mas, nestas situações, o uso do GENITIVO ( ‘S / ‘ ) tem preferência.

Ex: Normalmente dizemos: “The woman’s suitcase” e não “The suitcase of the woman”.

Adiciona-se ‘s para substantivos no singular não terminados em s:

Ex: A boy’s tie. Tom’s cat.

Adiciona-se ‘s para substantivos no singular terminados em s:

Ex: an actress’s career, a waitress’s job.  

Adiciona-se ‘s para substantivos com plurais irregulares:

Ex: children’s games, the men’s club, sheep’s wool.

Adiciona-se somente um apóstrofo após o “s” de plurais terminados em “s”:

Ex: the girls’ uniforms.

Adiciona-se ‘s ou somente um apóstrofo para nomes próprios comuns terminados em “s”:

Ex: Doris’s party, St. James’s Park. / Doris’ party, St. James’ Park.

Adiciona-se somente um apóstrofo após nomes clássicos terminados em “s”: Ex: Yeats’ poetry, Jesus’ life, Moses’ people.  

EM RESUMO, PODEMOS DIZER QUE UTILIZAREMOS ‘S EM TODOS OS CASOS EM QUE DEVEMOS UTILIZAR GENITIVO, COM EXCEÇÃO DOS PLURAIS TERMINADOS EM “S” E DOS NOMES CLÁSSICOS TERMINADOS EM “S”, EM QUE UTILIZAMOS SOMENTE UM APÓSTROFO.  

Atenção: Meu caro aluno, SERES INANIMADOS ( COISAS, OBJETOS ) NÃO PODEM POSSUIR GENITIVO, guardando-se algumas exceções que veremos em breve. Portanto não existe TABLE’S LEG, mas podemos dizer TABLE-LEG ou THE LEG OF THE TABLE.

Ex: The pages of the book are torn. Não existe THE BOOK’S PAGES.  

Com nomes de seres inanimados, usamos, para fins de concursos, a construção com “of”. Ex: a pair of shoes / the noise of the instrument, etc. Entretanto, o caso genitivo é usado de modo especial em concursos com alguns nomes de seres inanimados, pois, como sabemos, as exceções existem.  

Exceções:

A) Usa-se o caso genitivo com palavras que indicam quantidade, tempo e espaço e outras coisas mensuráveis.  

Quantidade:

 A kilo’s weight of sugar = a kilo of sugar.

Two dollars’ worth of sweets = two dollars of sweets.

Note que, se eliminarmos as palavras “weight” ( peso ) e “worth” ( valor ), deixa de ser necessário o uso do caso genitivo.  

Tempo:

* Today’s news ( * notícias de hoje ).

* A palavra “news” foi traduzida para o Português como notícias, porém, na Língua Inglesa, “news” é sempre incontável. Ex: How much news about the election was heard last night ?

A month’s work ( trabalho de um mês )

In a year’s time = in a year ( dentro de um ano ).  

Espaço:

Five hundred miles’ distance ( distância de quinhentas milhas ).

Three hundred meters’ walk ( caminhada de 300 metro 

B) Usos Idiomáticos

The Earth’s shape ( a forma da Terra )      /           The sun’s rays ( os raios do sol )

The moon’s surface ( a superfície da lua ) /          The sea’s color ( a cor do mar )

The wind’s force ( a força do vento )

Brazil’s / Mexico’s beauties ( as belezas do Brasil, México ).  

C) Quando queremos dar uma idéia de posse, geralmente omitimos o substantivo após ‘s para nos referirmos a lugares de trabalho, residências e outros locais que são óbvios, seja por serem muito conhecidos ou por estarem evidentes dentro de um determinado contexto. Por exemplo, utilizamos “Clínica’s”, ao invés de “Clínica’s Hospital, “my mother’s” ao invés de “my mother’s house”.

Outros exemplos:

I’m going to spend the night at my aunt’s.  (at my aun´t house) 

We were married in St. Andrew’s.

I bought this at Renner’s.

Obs: Note que quando houver dois ou mais substantivos possuindo, respectivamente, duas ou mais coisas, cada substantivo terá seu próprio genitivo. Entretanto, para substantivos possuindo a mesma coisa, o genitivo é usado somente no último substantivo.

Ex: Marcelo’s, Luciana’s and Andrea’s fathers. ( Não são irmãos. )

Marcelo, Luciana and Andrea’s father. ( São irmãos. )  

OBS – O genitivo de FATHER-IN-LAW é FATHER-IN-LAW’S, assim como outras palavras terminadas em “IN-LAW”.

Vi AQUI (http://members.tripod.com/~Vestibular/genitivo.html)

Mais sobre CASO GENITIVO aqui: http://www.inglesnosupermercado.com.br

GOT IT???? (ENTENDEU?)

 

 

Advertisements

10 thoughts on “O Caso Genitivo – aprenda de vez.

  1. A cada dia um momento,a cada dia uma saudade,a cada instante um sonho,a cada momento uma realidade.A distância separa, divide,a ânsiedade declara, inside,a cada música choro, maldade,a cada dia morro… de verdade…de amar…de Amar-te….Bom dia querida Amiga Pukka!Um Bom Fim de Semana muito sexy ;)Aquele abraço.AL

    Like

  2. Em português esta regra gramatical está muito relacionada com a morfologia latina da palavra.genitivoTem função sintáctica, correspondente ao complemento determinativo do nome, desempenhada por uma palavra ou por um sintagma nominal. O genitivo exprime relações de posse entre substantivos ou atribui propriedades ao substantivo a que se liga.Em línguas com flexão casual (como o latim, o grego, o alemão moderno, etc.), o genitivo é morfologicamente traduzido por uma terminação ou desinência específica, que o distingue dos outros casos.Em latim, por exemplo, a cada uma das cinco declinações existentes correspondiam seis formas de genitivo, distribuídas por género (masculino, feminino e neutro) e número (singular e plural). Assim, por exemplo, o adjectivo <alto> possuía as seguintes formas de genitivo (a negrito): <alti> (m. sing.), <altae> (f. sing.), <alti> (neutro sing.), <altorum> (m. pl.), <altarum> (f. pl.) e <altorum> (neutro pl.).Estas terminações permitem a mobilidade da palavra na frase, uma vez que a função sintáctica de complemento determinativo do nome fica sempre assegurada pela morfologia da palavra, como se pode observar pelo exemplo que se segue: <integritas iudicis [compl. det. nome]> (a integridade do juiz).Referenciar documentogenitivo. In Diciopédia 2008 [DVD-ROM]. Porto : Porto Editora, 2007. ISBN: 978-972-0-65263-8Mais uma dica que encontrei sumarizada.Obrgd pela informação no caso da regra e inglês.BhsMJCC

    Like

  3. OLÁ!!!   Onde fores leve esse teu sorriso.Seja sempre verdadeiro…Nas palavras…No pensar..No agir…Nunca atenha medo ou vergonha de amar.Nem ouvir e encarar a realidadePois lá em cimaNo céu, existe o sol…A natureza, que jamais nos abandonou.Veja as flores….que desabrochamOs pássaros que sobrevoam ao céu.Na vida tudo é passageiro…E a cada dia agradeça a DeusE louve…Viva na simplicidadeA simplicidade de teu ser e toda humildadeQue seu dia a dia seja cativante e verdadeiro Um óptimo final de semana…Beijos no coração

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s