Posted in Uncategorized

Um recado para minhas 3 filhas adolescentes –Mentor Neto

Image from s1.favim.com

 

A gente vive tempos terríveis. Tempos em que – diferente dos anos 70 – se vocês saírem de mini-saia e forem assediadas, tem quem vá dizer que a culpa é de vocês de "querer chamar a atenção". Tempos em que se vocês estiverem sentadas na mesa de um bar e alguém tocar em vocês, talvez um simples "não" não seja suficiente.

Tempos em que vocês talvez tenham que agredir para contestar uma agressão, porque palavras não serão suficientes. Tempos em que a paquera, o xaveco, a cantada, pode se transformar em abuso, em assédio ou em agressão, como consequência de uma sociedade que educa mal.

Uma pena que a gente viva tempos onde andar de mini-saia, sentar num bar pra conversar, beber um pouquinho, rir ou receber uma cantada inocente tenha se transformado num risco à dignidade da mulher. Pior ainda.

Uma pena que qualquer interação, gesto, roupa, frase, sedução, possa servir como bandeira para defender uma posição feminista ou machista – dependendo de quem se sentir vítima.

Uma pena que em tempos onde cada segundo da vida da gente pode ser filmado, ao invés de mais seguros, nos sentimos mais invadidos e sujeitos ao crivo da opinião pública. Mas é importante que vocês entendam que até o mundo mudar – e coube à geração de vocês impor esta mudança – o risco será real.

Antes de vocês nascerem, um artista genial disse que todos seríamos famosos por quinze minutos. Mal sabia ele que seriam, na verdade, quinze segundos.

Quinze segundos filmados num celular que servem para o mundo concluir se vocês são ou não dignas. Se são ou não decentes. Se são ou não culpadas. Vivemos tempos onde a pior história, a mais maldosa, é sempre a mais compartilhada.

Assim, o mundo tende sempre a reforçar seus próprios preconceitos. E as mudanças ficam ainda mais difíceis. Por isso eu torço para que vocês entendam que aquilo que antes era uma ocorrência corriqueira, escolher usar uma mini-saia, sentar num barzinho, receber uma cantada, hoje virou decisão muito séria.

Por isso, vistam-se, falem e façam aquilo e o que quiserem. E se alguém atravessar a linha do aceitável, cruzar o limite da sua privacidade, não aceitem. Nunca. Reajam firmemente, até as últimas consequências. E acabem com a palhaçada na hora.

Chamem ajuda se for preciso, porque o mundo tem muito mais gente boa do que gente ruim. Espero que vocês tenham a sorte de nunca precisarem se justificar por terem feito aquilo que é direito de vocês. Porque se precisarem se justificar, já terá sido tarde demais.

Texto de Mentor neto

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s