Posted in Arquitetura, Artes, Cultura, Curiosidades, Educação, Europa, História, Sculpture, Youtube

Casa Batllo – Antoni Gaudí i Cornet

 

A Casa Batlló, obra de Antoni Gaudí, celebrou em 2012, 10 anos de visitas culturais e compartilhou com toda a cidade de Barcelona um surpreendente e vibrante show audiovisual que revelou todas as simbologias e interpretações que inspiraram o grande arquiteto ao ” tempo para criar uma fachada tão excepcional.

É um vídeo sublime e oniticamente subliminar. Não poderia ser diferente da cultura catalã. Este vídeo não diminui a obra de arte que representa a Casa Batlló, Parabéns e muito obrigado por nos dar este caminho, este espaço.

 

Um sonho de mais de 1.300 rosas se tornou realidade. 23 de abril de 2016, o dia em que Sant Jordi viajou pelo mundo. Obrigado por fazer parte disso!

 

A Casa Batlló, obra de Antoni Gaudí, celebrou em 2012, 10 anos de visitas culturais e compartilhou com toda a cidade de Barcelona um surpreendente e vibrante show audiovisual que revelou todas as simbologias e interpretações que inspiraram o grande arquiteto ao ” tempo para criar uma fachada tão excepcional.

VER MAIS…

 

Antoni Gaudí i Cornet (1852/1926) foi um arquiteto catalão e figura de ponta do Modernismo catalão. As obras de Gaudi revelam um estilo único e individual e estão na sua maioria concentradas na cidade de Barcelona. Grande parte da obra de Gaudí é marcada pelas suas grandes paixões na vida: arquitetura, natureza e religião. Gaudí prestava atenção aos mais ínfimos detalhes de cada uma das suas obras, incorporando nelas uma série de ofícios que dominava: cerâmica, vitral, ferro forjado e marcenaria. Introduziu novas técnicas no tratamento de materiais, como o trencadís, realizado com base em fragmentos cerâmicos. Depois de vários anos sob influência do neogótico e de técnicas orientais, Gaudí tornou-se parte do movimento modernista catalão, que atingiu o seu apogeu durante o final do século XIX e início do século XX. O conjunto da sua obra transcende o próprio movimento, culminando num estilo orgânico único inspirado na natureza.

Gaudí raramente desenhava projetos detalhados, preferindo a criação de maquetes e moldar os detalhes à medida que os concebia. A obra de Gaudi é amplamente reconhecida internacionalmente e objeto de inúmeros estudos, sendo apreciada não só por arquitetos como pelo público em geral. A sua obra-prima, a inacabada Sagrada Família, é um dos monumentos mais visitados de Espanha. Entre 1984 e 2005, sete das suas obras foram classificadas Patrimônio Mundial pela UNESCO. A devoção católica de Gaudí intensificou-se ao longo da sua vida e a sua obra é rica em imaginária religiosa, o que levou a que fosse proposta a sua beatificação.

Via Biografias e Curiosidades

Início
Posted in Europa, História, Mundo, Reflexão, Vídeos

Aylan Kurdi – Deus esteja com você, pequeno anjo!!!

Não se trata de sensacionalismo, é um fato terrível. As pessoas não podem virar o rosto para essa dura realidade, essa tragédia!
Os sírios estão pedindo socorro. Como diz o menino do vídeo: "não queremos ir para a Europa, queremos é que parem essa guerra"!!!
Hoje de manhã, sem querer me deparei com a imagem do "garotinho na areia". Uma criancinha de 3 aninhos, toda arrumadinha, ainda com os sapatinhos. Morreu também a mãe e o irmãozinho de 5 anos…
Foi como um soco no estômago, uma dor imensa no coração. Não deu para segurar as lágrimas!

Grief: Reacting to the tragedy, social media users have created moving and poignant artworks based around the photographs of Aylan's tiny body - with many portraying the tragic little boy as an angel

A imagem do menino morto na praia tirou o sono do comentarista de cultura do Estúdio i – Felipe Pena.
Da insônia, nasceu um texto desabafo:

"O menino na areia não é sírio.
O menino na areia não é refugiado.
O menino na areia não respira.
E não respiram todos que viraram o rosto para o rosto virado na areia.
Ele, o menino na areia, é o arame farpado na fronteira, é o lorde de peruca no parlamento, é o trem sem janelas na estação fechada de todos os países. O menino na areia é alemão, é húngaro, é inglês. E também é argentino, brasileiro e judeu.
O menino na areia vive (e morre) na periferia de sua atenção, embaixo do tapete, no rodapé do jornal que não existe mais. O menino na areia é a especulação, a taxa de câmbio, o spread bancário e o socialista de botequim. O menino na areia é o menino deitado, de rosto virado para os cegos do outro lado da areia.
Cegos que, ontem, finalmente, viram o menino na areia.
E viram no livro dos rostos, que não estavam virados, mas ocupados, entre festas na areia, carros importados e guerrilhas ideológicas.
Ontem, todos nós vimos o menino na areia.
Mas o rosto, virado na areia, não era o do menino na areia.
– Olhe de novo, menino na areia."

Veja o VÍDEO

.

Posted in Artes, Cultura, Europa, Fotografia, Mundo

Essa garotinha tem somente 5 anos mas já é uma modelo famosa graças à uma idéia fantástica de seu pai

Bill Gekas é um fotógrafo australiano com um gosto especial para a obra de arte dos antigos mestres, como Vemeer e Rembrandt. Ele queria recriar o seu trabalho através da fotografia, mas não tinha certeza da melhor maneira de fazê-lo … até que ele teve a idéia maluca de fotografar sua filha…

 

Veja mais imagens sensacionais[…]

 

imagem via http://news.distractify.com/

via Distractify

.

Posted in Europa, Notícias

Bilionário pode ter vivido quatro dias ao lado de mulher morta

O casal Hans Kristian Rausing e Eva Kenemy é visto em foto de arquivo de 1996, em Londres. Foto: APO casal Hans Kristian Rausing e Eva Kenemy é visto em foto de arquivo de 1996, em Londres
Foto: AP

O bilionário Hans Kristian Rausing pode ter vivido por até quatro dias com os restos mortais de sua mulher, Eva Kemeny, encontrada morta na última segunda-feira, informa o jornal britânico Daily Mail. Detalhes do trágico estilo de vida de um dos casais mais ricos do Reino Unido, que há anos convivia com o vício em drogas, começaram a emergir durante a investigação da Scotland Yard sobre a misteriosa morte de Eva.

Segundo o Daily Mail, as autoridades estão investigando as câmeras de segurança da casa e telefone, mensagens e e-mail de Eva para tentar descobrir quando ela os usou pela última vez. O objetivo é tentar identificar o último dia que ela foi vista viva.

Apesar de viverem em uma casa de múltiplos quartos e de valor estimado em R$ 47 milhões, localizada no bairro de Chelsea, em Londres, o casal Rausing teria passado os últimos momentos de suas vidas reclusos em apenas dois recintos da mansão. Segundo o Daily Mail, um amigo do casal que alega ter visitada a residência recentemente descreveu os quartos como “cavernas de drogas”. O restante da mansão não seria usada.

“Era uma imundice total. Realmente bagunçado. Você não acreditaria que eles eram bilionários. Isso mostra o efeito das drogas”, disse a fonte. “Eles não conseguiam cuidar deles mesmos ou da causa. Eles usavam apenas dois quartos, apesar de terem dúzias. É muito triste de fato”.

Rausing é herdeiro da companhia de embalagens TetraPak e de uma fortuna estimada em cerca de R$ 14 bilhões. Ele foi preso na segunda-feira por posse de drogas, e, ao revistarem a mansão, policiais descobriram o corpo de sua mulher Eva.

Filha de um alto dirigente da PepsiCo, a americana Eva Kemeny, 48 anos, conheceu Hans Rausing em uma clínica americana de desintoxicação, pouco antes de casar-se com ele em 1980. O casal, rico e bem relacionado – eram amigos do príncipe Charles -, se estabeleceu na famosa Cadogan Place, no Chelsea, em uma enorme mansão georgiana de cinco andares.

via Terra