Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Livros’ Category

Estantes digitais oferecem diversas preciosidades literárias…’

 

CContinue lendo […]

 

imagem de http://www.revista.arede.inf.br/

 

via Catraca Livre

Read Full Post »

Read Full Post »

As comemorações na França do bicentenário da morte do escritor francês Marquês de Sade, neste ano, são marcadas pela reabilitação desse polêmico autor do século 18, que foi censurado no país até 1957 por motivo de "ultraje à moralidade pública e à religião"…

 

Continue lendo […]

Marquês de Sade, em gravura do século 19 de artista desconhecido

 

 

 

 

Autor de obras ‘pornográficas’, Marquês foi preso inúmeras vezes e morreu em asilo de loucos

 

 

 

 

 

 

via http://www.bbc.co.uk

.

Read Full Post »

De BooksShouldBeFree.com logo

Books Should Be Free
Free Audio Books from the public domain
Download a free audiobook in mp3, iPod, or iTunes format today

Popular Genres

More Genres

Visite http://www.booksshouldbefree.com/

Read Full Post »


A língua alemã é relativamente fácil. Todos aqueles que conhecem as línguas derivadas do latim e estão habituados a conjugar alguns verbos podem aprendê-la rapidamente. Isso dizem os professores de alemão logo na primeira lição.

Vamos lá…. para ilustrar tal simplicidade, imaginemos que vamos estudar um exemplo. Primeiro, pegamos um livro em alemão, neste caso um magnífico volume, com capa dura, publicado em Dortmund, e que trata dos usos e costumes dos índios australianos Hotentotes (em alemão, “Hottentotten”).

Conta o livro que os cangurus (Beutelratten) são capturados e colocados em jaulas (Kotter) cobertas com uma tela (Lattengitter) para protegê-las das intempéries. Essas jaulas, em alemão, chamam-se jaulas cobertas com tela (Lattengitterkotter) e, quando possuem em seu interior um canguru, chamamos ao conjunto de jaula coberta de tela com canguru (Lattengitterkotterbeutelratten).

Um dia, os hotentotes prenderam um assassino (Attentäter), acusado de haver matado a mãe (Mutter) hotentote (Hottentottermutter) de um garoto surdo e mudo (Stottertrottel). Essa mulher, em alemão, chama-se Hottentottenstottertrottelmutter e, a seu assassino, facilmente chamamos de Hottentottenstottertrottelmutterattentäter.

No livro, os índios o capturaram e, sem ter onde colocá-lo, puseram-no numa jaula de canguru (Beutelrattenlattengitterkotter). Mas, incidentalmente, o preso escapou. Após iniciarem a busca, rapidamente veio um guerreiro hotentote gritando:

– Capturamos o assassino (Attentäter)!

– Qual?? – perguntou o chefe.

– O Lattengitterkotterbeutelratterattentäter – respondeu o guerreiro.

– Como? O assassino que estava na jaula de cangurus coberta de tela? – disse o chefe dos hotentotes.

– Sim – responde a duras penas o indígena – o Hottentottenstottertrottelmutteratentäter (assassino da mãe do garoto surdo e mudo).

– Ah – diz o chefe – você poderia ter dito desde o início que havia capturado o Hottentotterstottertrottelmutterlattengitterkotterbeutelrattenattentäter!

Viram? Facinho!!!
Auf Wiedersehen!
E por falar em nisso, os convido a ver um pouco do estado se Santa Catarina (onde moro), colonizado por alemães e italianos,  aqui e aqui

Read Full Post »

O maior medo que existe neste mundo é o da opinião dos outros. E, no momento em que passa a não temer o grupo a que pertence, você deixa de ser uma ovelha, você vira um leão. Um grande rugido se avoluma no seu coração, o rugido da liberdade.Buda, de fato, já o chamou de o rugido do leão. Quando o homem chega num estado de absoluto silêncio interior, ele ruge como um leão. Pela primeira vez, ele sabe que a liberdade provém do fato de não ter mais medo da opinião de ninguém. O que as pessoas dizem não importa. Se eles o consideram um santo ou um pecador é irrelevante; seu único juiz é Deus. E para Deus, uma pessoa nunca é ruim. Deus significa simplesmente todo o universo.

Não é uma questão de ter de encarar uma pessoa; você tem que encarar as árvores, os rios, as montanhas, as estrelas – o universo inteiro. E esse é o nosso universo, fazemos parte dele. Não é preciso ter medo dele, nem lhe esconder nada. O todo já sabe de tudo, o todo sabe mais sobre você do que você mesmo.

E a questão seguinte é até mais importante: Deus já julgou. Não se trata de algo que vai acontecer no futuro; isso já aconteceu: ele já julgou. Portanto, até o medo do julgamento perde o sentido. Não é uma questão de esperar o Dia do Juízo Final. Você não precisa temer. O dia do julgamento já aconteceu no primeiro dia; no momento em que criou você, ele já o julgou. Ele conhece você, você é criação dele. Se algo saiu errado com você, é responsabilidade dele, não sua. Se você se perder, ele é o responsável, não você. Como você poderia ser o responsável? – você não é criação sua. Se você pinta um quadro e algo sai errado, não pode dizer que o quadro é a causa do erro – o pintor é a causa.

Portanto, não há necessidade de temer o seu grupo ou algum Deus imaginário lhe perguntando, no final dos tempos, o que você fez ou deixou de fazer. Ele já o julgou – isso é realmente significativo – isso já aconteceu, portanto, você está livre. E, no momento em que a pessoa sabe que está totalmente livre para ser ela mesma, a vida começa a adquirir um certo dinamismo.

O medo cria grilhões, a liberdade dá asas.

– Osho –

Read Full Post »

Essa é pra quem nunca assistiu ao senhor dos anéis e sempre se sentiu deslocado quando geral na mesa de bar começava a falar de anéis, elfos e tal…

via http://oraporra.wordpress.com/

.

Read Full Post »

Older Posts »