Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Notícias e política’ Category

Um país enlouquecido – "Por Fernando Gabeira, em O Globo de 14/02/2016"

 

 

Que país é esse? País do carnaval? Não totalmente, posso assegurar. Só no Ceará, 55 cidades, algumas delas visitadas por mim, cancelaram a festa popular. Crise econômica, zika e a seca que ainda assola o sertão, apesar das primeiras chuvas de inverno, são as principais causas do cancelamento. Naturalmente, os olhos estavam voltados para o país do carnaval, com suas cores, alegria e a beleza dos corpos.

Mas o ano começou em algum momento da semana passada. Brasil real e Brasil fantástico se fundem, de novo, numa dramática unidade. Quem já trabalhou com a questão nuclear sabe como é difícil transmitir a ideia de perigo através da radiação invisível. No caso do zika, o mosquito ainda não foi visto por milhares de pessoas, exceto em fotos microscópicas. A picada é indolor porque sua saliva produz anestésicos. No entanto, a ONU decretou emergência internacional. Obama pediu US$ 1,8 bilhão para investir nas pesquisas e ajudar os países atingidos.

Tanto a ONU como Obama estão, de uma certa forma, falando de nós, pois a recente eclosão do zika foi registrada no Brasil. Foi aqui que se estabeleceu a relação entre o vírus e a microcefalia. Dilma pedalou no carnaval. Outros dirigentes devem ter frequentado os camarotes, se refugiado em sítios, navegado pelas ondas do Atlântico. Tudo bem. Não compartilho de restrições puritanas ao carnaval. Nem acho que os dirigentes têm de trabalhar como escravos. Se pudesse recomendar uma leitura de carnaval, indicaria “A peste”, de Albert Camus. No livro, os ratos mortos apareciam aqui e ali, indicando a chegada da peste bubônica.

No Brasil, os sinais são outros. Crianças com microcefalia aparecem aqui e ali, indicando não a morte, mas o surgimento de uma geração sacrificada. Em Maranguape, onde passei a sexta de carnaval, há 14 casos de microcefalia suspeitos de estarem ligados ao vírus zika. Visitei uma família e constatei, nesse caso, que, apesar do cérebro menor, a criança tem uma excelente saúde. A própria mãe não vê diferença entre ela e o irmão primogênito quando era da mesma idade.

Possivelmente, os problemas virão depois. Não há estrutura para cuidar deles. Mesmo no Rio, os primeiros casos de Guillain-Barré, uma doença paralisante, estão sendo subestimados pelo precário sistema de saúde pública. Uma paciente de Magé tentou em três cidades e só conseguiu internação depois de muita luta da família. O que me chamou a atenção foi a frase da subsecretária de saúde de Petrópolis, diante dos apelos da família da vítima:

— Vão catar coquinhos. Vocês vieram de Magé.

Essa frase não apenas é uma negação da virtude humana que a peste costuma despertar, a julgar pelo romance de Camus: a solidariedade.

As pessoas pensam dentro do seu quadradinho. O presidente do Quênia, por exemplo, disse que não mandaria atletas para a Olimpíada se o país se mostrasse incapaz de resolver a epidemia de zika.

Acontece que a tarefa não é apenas do Brasil. Obama pediu dinheiro ao Congresso, também para os países atingidos. O vírus não nasceu aqui. Possivelmente veio da Polinésia, com atletas que disputaram uma regata no Rio. E chegou à própria Polinésia através de Uganda. A humanidade está no mesmo barco, sobretudo com a globalização. No entanto, no epicentro desse drama mundial, o país canta e dança feliz. Sua presidente pedala, os líderes estão enfurnados em sítios e tríplex de propriedade duvidosa.

Desde o fim de 2015, insisto na tecla de que é uma crise econômica, ambiental, sanitária e, certamente, moral. A seca, por exemplo, foi agravada pelo El Niño. Ele já dura quase cinco anos no sertão do Nordeste. Não gostaria de ver Dilma na região vertendo algumas lágrimas, porque isso Dom Pedro já fez. Gostaria de vê-la trabalhando, articulando providências, traçando planos emergenciais.

Da mesma forma, um presidente precisava tratar do tema do zika com uma dedicação e frequência maior do que um simples discurso de TV, escrito por um marqueteiro. O que ela produziu de novo foi a frase: precisamos acabar com o mosquito, antes que ele nasça. Ao visitar no domingo uma barragem completamente seca em Acopiara, uma cidade de 70 mil habitantes, tive uma dolorosa intuição: a crise, a seca, a epidemia acontecendo num país corroído moralmente, com os líderes correndo da polícia, negociando tudo para se manter no cargo — tudo isso pode resultar em tragédia.

E a tragédia não reside somente nos fatores externos, mas na própria cabeça dos brasileiros. Como admitir que, nessas circunstâncias epidêmicas e emergência internacional, esteja se buscando um ministro da saúde no PMDB? No entanto, a escolha do ministro transforma-se num subproduto da luta entre a família Picciani e Eduardo Cunha.

Seria o caso de uma invasão internacional, não com mariners ou forças de paz, mas com enfermeiros e psicólogos, pois o país que tem crianças com microcefalia perdeu a cabeça."

FONTE: FACEBOOK DO GABEIRA

via O Boletim

Advertisements

Read Full Post »

via ESTADÃO

.

Read Full Post »

“Sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás, o que é algo muito importante.

 

Publicado por Rafael Capanema – BuzzFeed Staff

 

 

Ueslei Marcelino / Reuters

Os bodes que são importantíssimos.

Os bodes, eu não lembro qual é o nome, mas teve um prefeito… teve o prefeito de Tejuçuoca e me disse assim: ‘eu sou o prefeito da região produtora da terra do bode’. Então, é para que o bode sobreviva que nós vamos ter de fazer também um Plano Safra que atenda os bodes que são importantíssimose fazem parte de toda tradição produtiva de muitas das regiões dos pequenos municípios aqui do estado.

Via www2.planalto.gov.br

 

 

Ueslei Marcelino / Reuters

Uma coisa muito simples que é muito difícil.

Um grande varejista uma vez disse o seguinte, disse uma coisa muito simples e de fácil entendimento, que é muito difícil para o conjunto da população ou para muitas camadas da população, comprar à vista, mas que quando se compra a prazo, tudo fica mais viável.

Via www2.planalto.gov.br

 

 

Mariana Bazo / Reuters

Tanto backbone como backroll.

Tem uma infraestrutura muito importante para o Brasil, que é também a infraestrutura relacionada ao fato de que nosso país precisa ter um padrão de banda larga compatível com a nossa, e uma infraestrutura de banda larga,tanto backbone como backroll, compatível com a necessidade, que nós teremos para entrarmos na economia do conhecimento, de termos uma infraestrutura, porque no que se refere a outra condição, que é a educação, eu acho importantíssima a decisão do Congresso Nacional do Brasil em relação aos royalties.

Via www1.folha.uol.com.br

 

 

Ueslei Marcelino / Reuters / Reuters

Eu também sou vacinada.

Queria, ao cumprimentar a Nádia Campeão, vice-prefeita do estado, fazer uma homenagem, uma homenagem, assim, pelo Dia, pela passagem do Dia Internacional e dessa semana, que a gente sempre considera a semana do Dia Internacional das Mulheres, cumprimentar a Nádia Campeão, a Lu Alckmin e a Ana Estela, a Eleonora, e junto com elas saudar todas as meninas e as professoras aqui presentes. Vocês vão ser vacinadas, não é? Vocês vão ser… todas vocês vão ser vacinadas. Então eu aproveito e vou saudar aqui o médico que geralmente me vacina, que é o secretário de saúde do estado de São Paulo, David Uip. Eu também sou vacinada.

Via veja.abril.com.br

 

 

Ueslei Marcelino / Reuters

Há sempre uma figura oculta.

Se hoje é o Dia das Crianças, ontem eu disse que criança… o dia da criança é dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais.Sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás, o que é algo muito importante.

Via www2.planalto.gov.br

 

 

Denis Balibouse / Reuters

No Ceará ou no Pará.

Aqui no estado do Ceará. Não, no estado do Pará. Desculpa, gente. É que fui pro Ceará, tá? Ontem eu tava no Ceará. Aqui eu não falei uma coisa. Ah, não, falei sim, né?

Via dgabc.com.br

 

 

Francois Lenoir / Reuters

Lembrando datas.

Todos nós aqui sabemos que cada um de nós escolhe ─ a vida faz a gente escolher ─ alguma das datas em que a gente nunca vai esquecer dessa data.

Via veja.abril.com.br

 

 

Paulo Whitaker / Reuters / Reuters

Definições de metrô e VLT.

Vamos dar prioridade a segregar a via de transporte. Segregar via de transportes significa o seguinte: ou você faz metrô, porque o metrô… porque o metrô, segregar é o seguinte, não pode ninguém cruzar rua, ninguém pode cruzar a rua, não pode ter sinal de trânsito, é essa a ideia do metrô. Ele vai por baixo, ou ele vai pela superfície, que é o VLT, que é um veículo leve sobre trilho. Ele vai por cima, ele para de estação em estação, não tem travessia e não tem sinal de transito, essa é a ideia do sistema de trilho.

Via www2.planalto.gov.br

 

 

Eliseo Fernandez / Reuters

Outro europeu muito importante.

Os homens não são virtuosos, ou seja, nós não podemos exigir da humanidade a virtude, porque ela não é virtuosa, mas alguns homens e algumas mulheres são, e por isso que as instituições têm que ser virtuosas. Se os homens e as mulheres são falhos, as instituições, nós temos que construí-las da melhor maneira possível, transformando… aliás isso é de um outro europeu, Montesquieu. É de um outro europeu muito importante, junto com Monet.

Via estadao.com.br

 

 

Ueslei Marcelino / Reuters

Uma das presidentes que esteve em Bauru.

Eu estou muito feliz de estar aqui em Bauru. O prefeito me disse que eu sou, entre os presidentes, nos últimos tempos, uma das presidentes, ou presidentes, que esteve aqui em Bauru.

Via veja.abril.com.br

 

via BuzzFeed

 

Read Full Post »

 

Tio de líder da Coreia do Norte foi comido vivo por 120 cachorros, diz jornal chinês.
Chang Song-thaek foi executado em dezembro, por traição ao país…

 

Continue lendo […]

(Foto: REUTERS/KyodoFile)

via Portal R7

.

 

Read Full Post »

 

Entenda quais contas que  Genoino fez para tentar se aposentar com salário integral:

Leia mais/Read morehttp://veja.abril.com.br

 

 

via REVISTA VEJA

.

Read Full Post »

 

SP: Dinheiro que deveria ter ido para a melhoria do transporte está sendo usado para interesses privados e população não deve sair das ruas até dinheiro do cartel do Metrô e da CPTM ser devolvido, defendem organizadores do protesto. ‘Já são 20 anos de administrações tucanas que vêm tratando o assunto como uma caixa preta’.

Veja mais em http://bit.ly/13AC2uN

 


Foto: Fernando Gallo/Estadão

via 

.

Read Full Post »

ACORDA BRASIL!!!!

Ao centro da mesa, Lula, o chefão do mensalão e do Foro de São Paulo, ladeado por vários golpistas latino-americanos.

Neste momento um punhado de celerados comunistas reúne-se no tal Foro de São Paulo, na capital paulista, sob a presidência de Lula que ocupa o centro da mesa principal, enquanto o mestre de cerimônia é o petista Walter Pomar, o secretário dessa organização que tenta implantar o “socialismo do século XXI”, a nova versão do comunismo, em todo o continente latino-americano.

Um dos oradores há poucos caía de pau na mídia e na classe média brasileira qualificando-as de conservadoras, reacionárias e outro adjetivos e palavras de ordem do movimento comunista.

Vendo a transmissão direta pela internet dessa reunião, em dado momento fechei os olhos e só fiquei escutando. Juro que duvidei estar vivendo mesmo no século XXI, tal era o repertório entoado pelos oradores que se sucediam na tribuna. Ao final, Lula foi ovacionado como o Rei do Brasil.

Referiram-se aos atos de protestos no Brasil e os atribuiram aos avanços do governo petista. Interpretaram o grito das ruas como a reivindicação de mais medidas comunistas com a ampliação de direitos, comprovando que o escrevi aqui no blog há mais de um mês quando afirmei que essas manifestações são orquestradas pelo PT.

Aliás, como também noticiei com exclusividade aqui no blog, na primeira medida tomada para responder às manifestações o governo petista foi com sede ao pote. Nos porões do aparelho petista já estavam empilhados milhares de cartazes e cartilhas de propaganda da reforma política. O PT já tinha tudo pronto. E a sede de poder era tanta que no primeiro ato verberaram em favor de um plebiscito que acabou repudiado pelo Congresso.

Velhos de guerra, os deputados e senadores sentiram cheiro de carne queimada e largaram um balde d’água sobre as labaredas vermelhas provindas dos porões do bunker comunista.

Por enquanto o golpe de Estado que o PT ensaiou de acordo com a estratégia do Foro de São Paulo, está stand by. Isso quer dizer que o PT não desistiu de seu intento de transformar o Brasil em mais uma republiqueta comunista nos moldes cubanos.

O Foro de São Paulo foi fundado por Lula e Fidel Castro em 1990. De lá para cá já conseguiram, como se vê, comunizar a Venezuela, Bolívia e Equador. Falharam no Paraguai e em Honduras, que consideravam favas contadas.

Todavia, o Foro de São Paulo, cuja vida financeira é um mistério, não desiste de seu intento. Prova disso é esse seu encontro que neste momento transcorre em São Paulo. Como não poderia deixar de ser, a tal reforma política e o plebiscito no Brasil são temas mais evocados, mas que na verdade são eufemismos para designar aquilo que boa parte do Brasil já sabe, ou seja, golpe de Estado.

E justamente nesta noite, enquanto os tarados ideológicos atacavam a democracia e as liberdades civis e os direitos individuais, o governo do Lula e da Dilma anunciava a liquidação do Banco Rural, o denominado banco de mensalão, numa manobra até agora ainda não muito clara.

Ficou muito interessante o chat em tempo real do Live Stream, sistema de transmissão ao vivo de empresa americana (comunista pragueja contra os Estados Unidos mas não dispensa o uso de equipamentos tecnológicos americanos, desde o avião em que viajavam ao microfone e a internet) onde se registra um interessante debate entre os que apóiam os comunismo e os que defendem a liberdade. A turma das redes sociais partiu para um protesto online contra o Foro de São Paulo. Mais tarde informaram pelas redes sociais que a turma do Foro decidiu impedir o debate.

O que é insólito e se ver na segunda década do século XXI, um bando de aloprados conspirando contra o Estado de Direito Democrático, vociferando contra as liberdades econômica e política; enfim, conspirando contra o direito do povo brasileiro e latino-americano de progredir, de desenvolver as suas nações em paz e segurança. A Venezuela, que embarcou na canoa furada do Foro de São Paulo já enfrenta dramática escassez de alimentos e até mesmo de papel higiênico, enquanto Nicolás Maduro, o usurpador, chegou ao pode por meio de uma eleição fraudulenta. Os comunistas usam as instituições democráticas, como as eleições, para enterrar a democracia. E, como não poderia deixar de ser, dissidentes são presos e perseguidos nesses países e a liberdade de imprensa massacrada.

Já a grande imprensa brasileira, em sua maioria tão dócil ao desgoverno do PT, é alvo de ataques do Foro de São Paulo. Estranhamente não deu um pio sobre esse convescote da idiotia comunista.

Enquanto isso, nas ruas a horda petista promove quebra-quebra, ocupa ruas e avenidas infernizando a vida dos cidadãos que trabalham e têm o direito de viver em paz e em segurança.

Um dos grandes feitos do PT foi instituir a impunidade. E o nível de condescendência das autoridades, como é o caso de São Paulo, à investida brutal da bandalha comunista contra a propriedade pública e privada é algo que não se pode entender.

Da mesma forma que não se concebe a democracia criando cobras no seu quintal, ou seja, permitindo que os comunistas golpistas, assassinos, mentirosos e vagabundos, escolham a maior e mais importante cidade do Brasil que carrega sobre os seus ombros praticamente o país inteiro, como sede de uma conspiração comunista.

O Foro de São Paulo é uma organização transnacional fora da lei. Urge que se apure de onde vêm os recursos que o fazem funcionar.

via http://aluizioamorim.blogspot.com.br

.

Read Full Post »

Older Posts »