Posted in Arquitetura, Artes, Cultura, História, Literatura, Tecnologia

Antiga Siracusa reconstruída em um primoroso vídeo em 3D

 

Siracusa – do Grego antigo: Συράκουσαι, Syrakousai; Grego medieval: Συρακοῦσαι) é uma cidade histórica na ilha da Sicília, a capital da província italiana de Siracusa. A cidade é notável por sua rica história grega, cultura, anfiteatro, arquitetura e como o berço do proeminente matemático e engenheiro Arquimedes. [4] Esta cidade de 2.700 anos desempenhou um papel fundamental nos tempos antigos, quando era uma das maiores potências do mundo mediterrâneo. Siracusa está localizada no canto sudeste da ilha da Sicília, ao lado do Golfo de Siracusa, ao lado do mar Jônico.

A cidade foi fundada pelo grego antigo Corinthians and Teneans [5] e se tornou uma cidade-estado muito poderosa. Siracusa se aliou com Esparta e Corinto e exerceu influência sobre a totalidade da Magna Grécia, da qual era a cidade mais importante. Descrita por Cícero como “a maior cidade grega e a mais bela de todas” , ela igualou Atenas em tamanho durante o quinto século aC . Mais tarde tornou-se parte da República Romana e do Império Bizantino. Com o imperador Constantino II, foi a capital do Império Romano (663-669). Depois disso, Palermo assumiu em importância, como a capital do Reino da Sicília. Eventualmente, o reino seria unido ao Reino de Nápoles para formar as Duas Sicílias até a unificação italiana de 1860.

Nos dias modernos, a cidade é classificada pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, juntamente com a Necrópole de Pantalica. Na área central, a cidade em si tem uma população de cerca de 125.000 pessoas. Os habitantes são conhecidos como Siracusans. Siracusa é mencionada na Bíblia no livro dos Atos dos Apóstolos, em 28:12, quando Paulo ficou lá.

A santo padroeira da cidade é Santa Luzia; ela nasceu em Siracusa e seu dia de festa, Dia de Santa Luzia, é comemorado em 13 de dezembro.

 

via Wikipedia

Início
Posted in TechMundo, Tecnologia, Vídeos

Saiba como ver filmes inteiros de forma legal no YouTube

YouTube é um dos maiores serviços de vídeo do mundo e conta com todo tipo de conteúdo, incluindo filmes. Contudo, se você está pensando em uploads ilegais, se enganou: por mais incrível que pareça, a plataforma da Google oferece uma grande biblioteca de longas-metragens para alugar ou comprar de forma legal…

Como acessar???

 

Continue lendo […]

 

via http://www.tecmundo.com.br

Posted in Facebook, Tecnologia

5 truques escondidos no Facebook que Você Precisa Saber

Mais de 1 bilhão de pessoas usam regularmente o Facebook, mas isso não significa que todos eles estão bem familiarizados com o site de mídia social.

Ele está sendo constantemente atualizado, e entre redesenha seu perfil, novos aplicativos e mudanças de privacidade, é difícil manter-se. Aqui estão cinco dicas para se certificar de que você está no topo de seu jogo no Facebook:

 

Veja AQUI as dicas

 

imagem de http://itechkeys.com/

via Seguindo Dicas

Posted in Tecnologia

17 Dicas e truques geniais – que muitos não conhecem – para usar o Google como um verdadeiro profissional

Existem dicas e pequenos truques que facilitam ainda mais e tornam as buscas muito mais precisas e certeiras, afinal, o Google faz de um tudo, mas ainda não é vidente para sempre saber o que queremos. Confira a seguir algumas dessas dicas para você tirar o máximo do buscador e pesquisar como um verdadeiro profissional…

 

Continue lendo […]

 

google

 

via http://www.tudointeressante.com.br/

.

Posted in Tecnologia, Utilidade Pública

Pai inventa dispositivo que avisa quando bebês são esquecidos no banco traseiro do carro

“Sensor Starfish, criado por Matthew Sheets, emite mensagem de texto caso os pais se afastem a mais de 6 metros do veículo…”

Isso pode salvar uma vida!!!

 

Veja como […]

 

01tftappstarfish10092014_al

 

via Revista Donna

.

Posted in Artes, Curiosidades, EDITORES DE IMAGEM, Entretenimento, Humor, Passatempos, Photoshop, Tecnologia

Rapaz pede ajuda para arrumar foto e vira piada na internet! Can Someone Photoshop The Sun Between My Fingers?

REPUBLICANDO…

(Often, it’s better not to ask the Internet for help.)

15 de fevereiro de 2013

Um rapaz fez a bobagem de pedir ajuda online para colocar o sol entre seus dedos no Photoshop. Ahh, foi um ‘prato cheio’ para os criativos online…

Veja o que resultou:

arrumem_foto1

arrumem_foto2

arrumem_foto3

arrumem_foto4

arrumem_foto5

arrumem_foto6

arrumem_foto7

arrumem_foto8

arrumem_foto9

arrumem_foto10

arrumem_foto11

arrumem_foto12

arrumem_foto13

arrumem_foto14

arrumem_foto15

arrumem_foto16

arrumem_foto17
Com informações do AdVivo.

VEJA MAIS: http://knowyourmeme.com/ 

 

..Contribuições de leitores (nos comentárioa abaixo):

Fonte/Source: knowyourmeme.com

Dicas WordPress Brasil – tudo passo a passo para você criar o seu blog

Voltar ao início

.

Posted in Arquitetura, Sustentabilidade, Tecnologia

Bons exemplos não faltam para o Brasil.

Uma usina no Sul da Espanha gera tanto eletricidade, quanto resultados positivos para o meio ambiente: a primeira usina do mundo movida inteiramente pela energia do Sol.

Ela usa radiação solar em estado puro, concentrada em um único ponto. O calor natural aquece a água, que vira vapor a 400ºC, e vai para dentro de uma torre de 160 metros para mover as turbinas que produzem energia elétrica, sem poluir o meio ambiente.

Novecentos espelhos gigantes se movem lentamente como girassóis, sempre alinhados com o Sol para refletir o máximo de luz, direto para a torre de captação. É a maior usina solar com produção de energia em escala comercial do mundo.

Abastece 180 mil casas, uma cidade do tamanho de Sevilha, que fica a 30km.“Trocamos o gás, o carvão e o petróleo pelo Sol, que brilha 240 dias por ano na região sul da Espanha, e é de graça”, diz o engenheiro responsável pela produção de energia. E o melhor de tudo: evita que sejam despejadas 600 mil toneladas de dióxido de carbono por ano na atmosfera.

É uma tecnologia que pode servir a sociedade em qualquer parte do planeta, inclusive no nordeste do Brasil, onde o que não falta é Sol. Trata-se da fonte de energia mais antiga do mundo, mas ainda considerada por muita gente um negócio do futuro.

O Brasil tem um grande potencial para a adoção deste recurso, entretanto não usufrui desse potencial. Além de beneficiar o meio ambiente, o desenvolvimento dessa tecnologia geraria mais empregos, beneficiariam comunidades rurais, e resultaria num índice menor de êxodo rural e melhor distribuição de renda, dois fortes problemas no desenvolvimento do Brasil.

Enquanto isso, o governo brasileiro vem conduzindo de forma anti-democrática, a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte no Pará, que vai desalojar comunidades indígenas e ribeirinhos, inundar enormes extensões de terra, destruir a fauna e a flora, levando a escassez de alimentos e fome para as populações locais.
O Brasil tem muito o que aprender, e é preciso ter humildade para aprender com quem sabe. É uma pena que nos últimos 8 anos, o que vimos foi um mar de arrogância e   despreparo do governo brasileiro em lidar com diversas situações.

via http://noel-ciencia.blogspot.com/

Posted in Entretenimento, Tecnologia

FAMÍLIA DO SÉCULO VINTE E UM

Publicado originalmente em novembro de 2010…

Se você não se liga em internet? Não?…veja os riscos, lol


Haroldo tirou o papel do bolso, conferiu a anotação e perguntou à balconista:

– Moça, vocês têm pen drive?

– Temos, sim.

– O que é pen drive? Pode me esclarecer? Meu filho me pediu para comprar um.

– Bom, pen drive é um aparelho em que o senhor salva tudo o que tem no computador.

– Ah, como um disquete…

– Não. No pen drive o senhor pode salvar textos, imagens e filmes. O disquete, que nem existe mais, só salva texto.

– Ah, tá. bom, vou querer.

– Quantos gigas?

– Hein?

– De quantos gigas o senhor quer o seu pen drive?

– O que é gigas?

– É o tamanho do pen.

– Ah, tá, eu queria um pequeno, que dê para levar no bolso, sem fazer muito volume.

– Todos são pequenos, senhor. O tamanho, aí, é a quantidade de coisas que ele pode arquivar.

– Ah, tá. E quantos tamanhos têm?

– Dois, quatro, oito e até dez gigas.

– Hummmm, meu filho não falou quantos gigas queria.

– Neste caso, o melhor é levar o maior.

– Sim, eu acho que sim. Quanto custa?

– Bem, o de dez gigas é o mais caro. A sua entrada é USB?

– Como?

– É que para acoplar o pen no computador, tem que ter uma entrada compatível.

– USB não é a potência do ar condicionado?

– Não, aquilo é BTU.

– Ah é, isso mesmo. Confundi as iniciais. Bom, sei lá se a minha entrada é USB.

– USB é assim ó, com dentinhos que se encaixam nos buraquinhos do computador. O outro tipo é este, o P2, mais tradicional, o senhor só tem que enfiar o pino no buraco redondo.

– Hmmmm…, enfiar o pino no buraquinho, né?

– Hehehe. O seu computador é novo ou velho? Se for novo é USB, se for velho é P2.

– Acho que o meu tem uns dois anos. O anterior ainda era com disquete. Lembra do disquete? Quadradinho, preto, fácil de carregar, quase não tinha peso. O meu primeiro computador funcionava com aqueles disquetes do tipo bolacha, grandões e quadrados. Era bem mais simples, não acha?

– Os de hoje nem têm mais entrada para disquete. Ou é CD ou pen drive.

– Que coisa! Bem, não sei o que fazer. Acho melhor perguntar ao meu filho.

– Quem sabe o senhor liga para ele?

– Bem que eu gostaria, mas meu celular é novo, tem tanta coisa nele que ainda não aprendi a discar.

– Deixa eu ver. Poxa, um Smarthphone, este é bom mesmo, tem Bluetooth, woofle, brufle, trifle, banda larga, teclado touchpad, câmera fotográfica, filmadora, radio AM/FM, dá pra mandar e receber e-mail, torpedo direcional, micro-ondas e conexão wireless.

– Micro-ondas? Dá para cozinhar nele?

– Não senhor, assim o senhor me faz rir, é que ele funciona no sub-padrão, por isso é muito mais rápido.

– E Bluetooth? Estou emocionado. Não entendo como os celulares anteriores não possuíam Bluetooth.

– O senhor sabe para que serve?

– É claro que não.

– É para comunicar um celular com outro, sem fio.

– Que maravilha! Essa é uma grande novidade! Mas os celulares já não se comunicam com os outros sem usar fio? Nunca precisei fio para ligar para outro celular. Fio em celular, que eu saiba, é
apenas para carregar a bateria…

– Não, já vi que o senhor não entende nada, mesmo. Com o Bluetooth o senhor passa os dados do seu celular para outro, sem usar fio. Lista de telefones, por exemplo.

– Ah, e antes precisava fio?

– Não, tinha que trocar o chip.

– Hein? Ah, sim, o chip. E hoje não precisa mais chip…

– Precisa, sim, mas o Bluetooth é bem melhor.

– Legal esse negócio do chip. O meu celular tem chip?

– Momentinho… Deixa eu ver… Sim, tem chip.

– E faço o quê, com o chip?

– Se o senhor quiser trocar de operadora, portabilidade, o senhor sabe.

– Sei, sim, portabilidade, não é?, claro que sei. Não ia saber uma coisa dessas, tão simples? Imagino, então que para ligar tudo isso, no meu celular, depois de fazer um curso de dois meses, eu só preciso clicar nuns duzentos botões…

– Nãão, é tudo muito simples, o senhor logo apreende. Quer ligar para o seu filho? Anote aqui o número dele. Isto. Agora é só teclar, um momentinho, e apertar no botão verde… pronto, está chamando.

Haroldo segura o celular com a ponta dos dedos, temendo ser levado pelos ares, para um outro planeta:

– Oi filhão, é o papai. Sim. Me diz, filho, o seu pen drive é de quantos… Como é mesmo o nome? Ah, obrigado, quantos gigas? Quatro gigas está bom? Ótimo. E tem outra coisa, o que era mesmo? Nossa conexão é USB? É? Que loucura. Então tá, filho, papai está comprando o teu pen drive. De noite eu levo para casa.

– Que idade tem seu filho?

– Vai fazer dez em março.

– Que gracinha…

– É isto moça, vou levar um de quatro gigas, com conexão USB.

– Certo, senhor. Quer para presente?

Mais tarde, no escritório, examinou o pen drive, um minúsculo objeto, menor do que um isqueiro, capaz de gravar filmes? Onde iremos parar? Olha, com receio, para o celular sobre a mesa.

Máquina infernal, pensa.

Tudo o que ele quer é um telefone, para discar e receber chamadas. E tem, nas mãos, um equipamento sofisticado, tão complexo que ninguém que não seja especialista ou tenha mais de quarenta, saberá compreender.

Em casa, ele entrega o pen drive ao filho e pede para ver como funciona.
O garoto insere o aparelho e na tela abre-se uma janela. Em seguida, com o mouse, abre uma página da internet, em inglês. Seleciona umas palavras e um roque infernal invade o quarto e os ouvidos de Haroldo.

Um outro clique e, quando a música termina, o garoto diz:

– Pronto pai, baixei a música. Agora eu levo o pen drive para qualquer lugar e onde tiver uma entrada USB eu posso ouvir a música. No meu celular, por exemplo.

– Teu celular tem entrada USB?

– É lógico. O teu também tem.

– É? Quer dizer que eu posso gravar músicas num pen drive e ouvir pelo celular?

– Se o senhor não quiser baixar direto da internet…

Naquela noite, antes de dormir, deu um beijo em Clarinha e disse:

– Sabe que eu tenho Bluetooth?

– Como é que é?

– Bluetooth. Não vai me dizer que não sabe o que é?

– Não enche, Haroldo, deixa eu dormir.

– Meu bem, lembra como era boa a vida, quando telefone era telefone, gravador era gravador, toca-discos tocava discos e a gente só tinha que apertar um botão, para as coisas funcionarem?

– Claro que lembro, Haroldo. Hoje é bem melhor, né? Várias coisas numa só, até Bluetooth você tem.
– E conexão USB também.

– Que ótimo, Haroldo, meus parabéns.

– Clarinha, com tanta tecnologia a gente envelhece cada vez mais rápido. Fico doente de pensar em quanta coisa existe, por aí, que nunca vou usar.

– Ué? Por quê?

– Porque eu recém tinha aprendido a usar computador e celular e tudo o que sei já está superado.

– Por falar nisso temos que trocar nossa televisão.
– Ué? A nossa estragou?

– Não. Mas a nossa não tem HD, tecla SAP, slowmotion e reset.
– Tudo isso?
– Tudo. Boa noite, Haroldo, vai dormir.

Quando estava quase pegando no sono, o filho entra no quarto e diz:
– Pai, me compra um Playstation vinte e sete?

Posted in Tecnologia, Vídeos

LG Ultra-Reality TV – that´s funny!